Casa Verde e Amarela: veja como financiar um imóvel em Criciúma | Góes

 

No dia 25 de agosto, o Governo Federal lançou o programa habitacional Casa Verde Amarela. Substituto do Minha Casa Minha Vida, o programa tem como foco mudanças na renda base mensal e nas taxas de juros nos três grupos contemplados. Além disso, oferece melhores condições para quem vive nas regiões norte e nordeste, e pretende implementar a regularização fundiária.

Com a nova proposta, a expectativa é que pelo menos 1 milhão de pessoas que não se encaixavam no sistema de financiamento habitacional, agora possam financiar um imóvel. Ao todo, espera-se que, nos próximos quatro anos, o Casa Verde e Amarela possibilite a construção de 350 mil residências a mais do que o Minha Casa Minha Vida.

Portanto, se você quer financiar um imóvel em Criciúma, esta é uma ótima oportunidade para entender como funciona o Casa Verde Amarela e começar a se organizar para realizar o sonho da casa própria.

Para te ajudar, nós da Góes trazemos aqui um resumo sobre o assunto, com todas as informações que você precisa saber para financiar um imóvel pelo Casa Verde a Amarela. Entre os principais pontos, você confere:


  • Casa Verde e Amarela: conheça o programa
  • Queda nos juros do financiamento da casa própria
  • Como financiar um imóvel?
  • Qual a diferença entre SFH e SFI?
  • Encontre seu imóvel na Góes

Vamos lá?


Casa Verde e Amarela: conheça o programa

Como dito anteriormente, o programa Casa Verde e Amarela foi lançado como um substituto do Minha Casa Minha Vida. A mudança de nome, em si, tem como objetivo imprimir a marca do novo momento do governo federal na política brasileira. Mas, mais do que isso, o Casa Verde e Amarela propõe mudanças para possibilitar que mais pessoas tenham acesso ao financiamento habitacional.

Com o novo programa habitacional Casa Verde e Amarela, a expectativa do Governo Federal é de atender 1,6 milhão de famílias de baixa renda até 2024. Isso representaria um aumento de 350 mil famílias beneficiadas, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Para implementar as novidades anunciadas, o Governo Federal continuará utilizando o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para subsidiar o programa. E a Caixa Econômica Federal continua sendo o agente financeiro que possibilita os financiamentos. 

O foco do programa Casa Verde e Amarela está nas regiões norte e nordeste do Brasil, onde os juros do financiamento das habitações do programa serão menores, podendo chegar a 4,25% ao ano. Já nas demais regiões do país, o piso será de 4,5%.

No norte e nordeste, também serão beneficiadas famílias com rendimentos de até R$ 2,6 mil ao mês, contra R$ 2 mil nas demais regiões.

Além disso, o limite do valor dos imóveis financiados foi ampliado em todo o país, com o objetivo de fomentar o interesse do setor da construção civil nas regiões mais defasadas em relação ao desenvolvimento imobiliário.

As faixas de renda do Casa Verde e Amarela também são diferentes do Minha Casa Minha Vida. Confira abaixo as mudanças:


Minha Casa Minha Vida

  • Faixa 1: Renda de até R$ 1,8 mil
  • Faixa 1,5: Renda de até R$ 2,6 mil

  • Faixa 2: Renda de até R$ 4 mil

  • Faixa 3: Renda de R$ 4 mil a R$ 7 mil


Casa Verde Amarela

 

  • Grupo 1: Renda de até R$ 2 mil
  • Grupo 2: Renda de R$ 2 mil a R$ 4 mil
  • Grupo 3: Renda de 4 mil a R$ 7 mil

Outra novidade é o projeto de regularização fundiária, que pretende garantir a escritura de dois milhões de moradias, hoje ilegais, e promover melhorias em outras 400 mil unidades, até 2024.


Queda nos juros do financiamento da casa própria

O programa Casa Verde e Amarela chega em um momento muito propício para quem deseja financiar um imóvel em Criciúma. 

Isso porque, houve uma queda significativa nas taxas de juros dos financiamentos. Além disso, há muito mais propostas atrativas de financiamento e prestações mais baixas que têm movimentado o setor imobiliário.

Por conta da crise provocada pelo coronavírus, por exemplo, o Banco Central baixou consideravelmente a taxa básica de juros nos últimos meses, deixando a Selic no menor patamar da história, atualmente em 2%. 

Com a Selic baixa, houve reduções nas taxas de juros de financiamento imobiliário nos bancos, tornando o momento extremamente favorável para quem tem renda fixa e pode pagar as parcelas de um financiamento.

Além disso, com as sucessivas reduções da Selic, às vezes pode ser muito mais vantajoso comprar um imóvel, do que alugar

Isso porque, o valor das parcelas de um financiamento pelo Casa Verde e Amarela é bem competitivo, o que permite que até mesmo pessoas com rendas mais baixas consigam realizar o sonho da casa própria. 


Como financiar um imóvel?

Para financiar um imóvel, você precisa, antes de tudo, procurar uma imobiliária e entender os tipos de financiamentos disponíveis para o seu perfil. O financiamento é feito por meio de um banco, com a contratação de uma linha de crédito. Ou seja, a instituição empresta um valor para que você realize a compra do seu terreno, apartamento ou casa.

Esse valor emprestado deve ser pago em parcelas mensais, acrescidas de algumas taxas, como os juros do financiamento e o seguro. O prazo de pagamento pode durar até 35 anos. 

Existem diversas modalidades de financiamento e, para escolher entre elas, é muito importante que você avalie a sua situação financeira. 

Entre as principais modalidades de financiamento imobiliário, estão o Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). A seguir, entenda como funciona cada um deles.


Qual a diferença entre SFH e SFI?

Os principais tipos de financiamento imobiliário no Brasil e que são amplamente utilizados no mercado se resumem ao o Sistema Financeiro de Habitação (SFH), um programa de financiamento habitacional do governo que atualmente, financia imóveis de até R$ 1,5 milhão, com juros de até 12%. E o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), outra alternativa criada pelo governo, mas que financia imóveis acima de R$ 1,5 milhão, com juros de até 12%. 

Saiba o que é e como funciona o SFH e o SFI aqui


Encontre seu imóvel na Góes

Agora que você já sabe como funciona o programa Casa Verde e Amarela e  entendeu melhor sobre financiamentos imobiliários, que tal realizar o seu sonho da casa própria?


A Góes trabalha para te auxiliar em todas as etapas, desde a escolha do imóvel até a última etapa do financiamento. São inúmeras opções de imóveis à venda em Criciúma e região.

Converse com a nossa equipe e encontre as melhores opções para você e sua família. Estamos sempre à disposição para tirar suas dúvidas e te ajudar a fazer a melhor escolha!


Voltar